Como fazer a manutenção no meu material?

Para que a pesca seja de total sucesso, não importa somente o planejamento anterior e o desempenho na hora de jogar o anzol. O depois também é muito importante, pois um material jogado sem a devida higiene pode prejudicar muito o desempenho.

Como fazer a manutenção no meu material?

Na hora da pesca, nos importamos muito com detalhes de como preparar o anzol e como cuidar para que o peixe fique saudável e inteiro, pronto para sobreviver, no caso do pesque e solte. Porém, além de ser necessário ter o equipamento adequado para cada ocasião, também esse equipamento precisa de cuidados.
O material, assim que se volta de uma pescaria não deve ser jogado em qualquer canto e ficar ali até que volte a ser usado. Essa prática está bem para quem não tem cuidado com suas coisas e não está preocupado com realizar uma boa pesca. Mas, para um pescador de qualidade, é preciso estar atento à higiene.

Dicas de Manutenção

Para dicas de como fazer a manutenção no meu material, o mais importante é a higienização tão logo volte da pescaria.
Não deixe o material jogado sem limpar todo o conjunto ao chegar em casa. Materiais que foram para o mar requerem atenção especial. Visto que o mar possui altos níveis de sal, o que é altamente corrosivo, e é sabido que o sal, com o tempo, destrói qualquer coisa, especialmente materiais de metal.

Limpe cuidadosamente cada parte do seu material e depois seque muito bem. Não guarde nada úmido e sujo. Os materiais de pesca devem estar secos e bem cuidados.

Devem ser limpos com água, uma solução de vinagre branco com água para desenferrujar pode ser usada de vez em quando. Mas o mais importante é que se lave bem os materiais quando se chega de viagem.
Não use em seu material a graxa grafitada, a chamada cinza, pois ela desgasta todas as peças internas. Não use vaselina de nenhuma forma, pois ela não combina com o tipo de material e temperatura dos materiais de pesca, e, também, não use graxa dos tipos Molicote, pois elas vão endurecer o equipamento, deixando-o sem lubrificação.
Use apenas o óleo fino para rolamentos, mas use em quantidade moderada. Ou seja, uma gota já está de bom tamanho. Use também a graxa azul, branca, verde ou vermelha para as engrenagens, mas não use em excesso. Esse tipo de graxa é muito bom para nosso tipo de clima, e não acaba com o equipamento.
Outra dica muito boa é só colocar a graxa nos dentes das engrenagens, nunca fora, pois é desnecessário e pode prejudicar a qualidade do seu material. Isso porque o molinete fica exposto ao sol por várias horas, gerando calor e esquentando essa graxa até prejudicar seu funcionamento e acabar com seu material.

Portanto graxa somente nas engrenagens. Já está ótimo e vai cuidar do que é necessário sem estragar o resto.
Tendo todos esses cuidados, é certo que seu material vai durar uma eternidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Free WordPress Themes, Free Android Games
X