Iscas naturais, como utilizar.

Embora alguns pescadores comecem a optar mais por iscas artificiais, ainda há quem prefira as iscas naturais na hora de pegar aquele belo peixão. Lembre-se que a isca é o um dos maiores segredos de cada pescador! Mas e como utilizá-las? Qual é a melhor para cada pescaria? Chega mais que vamos te contar!

Pescar na praia:

Muita gente quando viaja nas férias gosta de levar o kit de pescaria para garantir o jantar ou apenas para praticar a pesca esportiva mesmo. Por isso muita gente nessas ocasiões prefere utilizar o camarão descascado, tanto por sua durabilidade, praticidade e por ser fácil de achar para comprar. Claro que é possível ver com os pescadores locais qual a isca que eles mais utilizam.

Sempre tome cuidado com a conservação da isca, coloque-as enroladas em jornal para evitar o contato com o gelo que pode queimar e deixá-las menos atrativas para os peixes.

Tome o máximo de cuidado com odores estranhos para os peixes, como repelente, protetor solar, óleo bronzeador, nicotina; tais aromas tendem a afastar o peixe transformando a atividade em algo menos prazeroso.

O tamanho da isca tem de ser condizente com o tamanho do anzol, caso o anzol seja pequeno, corte a isca com uma tesoura para evitar pequenas farpas.

Quando for pescar peixes de pequeno porte, convém comprar camarão descascado desidratado no sal, porque eles tendem a permanecer presos ao anzol mesmo com lançamentos fortes, além da arrebentação do mar.

Pescar no rio:

Aquele feriado no campo é sempre bem-vindo, não é mesmo? E muitas vezes existem rios, lagos onde podemos passar momentos relaxantes desfrutando de uma bela pescaria.

Para pescar em água doce lembre-se que, dependendo do peixe que se quer pegar é mais comum utilizar uma ou outra isca. Como por exemplo: tilápias se deliciam com minhoca, minhocuçu e até queijo! Já carpas preferem boas massas, que tenham um aroma atrativo. As traíras gostam muito de lambaris, pequenas tilápias. Outro tipo de isca bastante utilizada é o pitu (famoso camarão de água doce).

Dicas gerais:

No mercado da pesca existe um produto que consiste em um fio elástico, é vendido sob os nomes de “elastricot”, “elastic” e serve para fixar aquela isca que não se prende ao anzol com tanta firmeza ou para pescar em uma correnteza mais forte. Sua aparência se assemelha com fio de costura e é de fácil manuseamento.

Lembre-se: Tão importante quanto a qualidade do equipamento é saber como é a região, por esse motivo é bom perguntar para pescadores locais qual é o tipo de peixe mais comum, qual a isca que eles mais utilizam.

Dito tudo isso, resta apenas planejar o local e arrumar o kit para a próxima empreitada, quem sabe usando um chicote de pesca! Não conhece ainda? Fisgue nosso próximo artigo sobre eles!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Free WordPress Themes, Free Android Games
X