Esfriou? Ajuste sua estratégia.

Não tem erro, quando cai a temperatura há uma natural redução na atividade biológica dos seres vivos, sem importar se a região é tropical, temperada ou subtropical. Há inúmeras alterações quando o frio chega, plantas perdem folhas e até mesmo galhos para economizar energia. Já entre os animais, nós mesmos, seres humanos, somos um ótimo exemplo: quando esfria, preferimos ficar dentro de casa, ficar em um local aquecido e evitar ficar ao ar livre. Claro, o verdadeiro pescador não se importa tanto com o frio.

Exo… O quê?

Lembra das aulas de biologia? De que existem animais endotérmicos (mamíferos e aves), que mantém a temperatura corporal sempre constante independente do ambiente e os exotérmicos, como os anfíbios, répteis e peixes, que é sempre igual ao meio que os circunda. Nos peixes, a água.

Ou seja, quando esfria os peixes diminuem o ritmo de suas atividades. E a menor mudança nas temperaturas já é sentida por eles: os peixes possuem terminações nervosas que podem sentir a diferença de 0,1oC até 0,03oC na temperatura!

Os peixes brasileiros tem uma faixa ideal de temperatura (chamado na biologia de “conforto térmico”) que fica entre os 24o e 28oC.

Então não dá para pescar no frio?

Assim como a maioria das coisas na vida, tudo depende.

– Depende de qual tipo de peixe se quer fisgar, peixes da Bacia do Prata, ou outros rios da região sul, são mais adaptados ao frio, ao contrário de peixes de regiões amazônicas que sentem (e reagem) frente a menor das mudanças de temperatura. Muitas espécies marinhas, inclusive, migram quando esfria em uma parte do planeta.

– Depende do tipo da isca, se for pescar nas regiões mais frias o ideal é o uso de iscas artificiais do tipo soft, onde o peixe sabendo que vai esfriar tende a buscar comida mais fácil e, ao ver uma isca que tenha uma boa representação natural, ele irá considerá-la a presa ideal. Há também quem use as iscas de barbela, pois ela afunda lentamente e pode ir a uma profundidade maior ficando na zona de ataque do peixe mais tempo.

– Depende do local, durante o inverno no Sul e Sudeste do Brasil é quando começa o “verão amazônico”, que é quando o nível dos rios começa a baixar com a estiagem, o que é ideal para quem pesca. Se for pescar na praia o Nordeste é sempre uma boa opção (inclusive temos aqui no site uma postagem sobre praias brasileiras para pesca, confere lá) com temperaturas sempre estáveis dentro da zona de conforto dos peixes.

Quero pescar com frio mesmo.

Uma vez que você está decidido a encarar o frio do Sul e Sudeste por uma boa pescaria, os maiores destaques de peixes de água doce são:

– Carás;

– Lambaris;

– Carpas;

– Catfish;

– Trutas;

Já na água salgada quem merece o destaque são:

– Anchovas;

– Robalos;

– Tainhas;

– Beteras;

Vale ressaltar que, apesar desses peixes estarem disponíveis o ano todo, são nas épocas mais frias que eles tendem a formar cardumes numerosos para se manterem protegidos de predadores e aquecidos.

Pescaria, lá vou eu!

Para concluir, vale lembrar que durante o período frio há muitas “entradas de frente fria”. O ideal é se agasalhar bem e ir pescar antes dessas frentes frias, porque o peixe sente que tem uma dessas frentes entrando e tende a se alimentar mais nesses dias. Curtiu as dicas? Já quer sair pescar? Não deixe de ler nosso próximo artigo sobre as melhores iscas para pescar no outono!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Free WordPress Themes, Free Android Games
X